A SunAir One responde às suas perguntas mais frequentes


No site da SunAir One Energy, poderá ver todas as suas faturas na área de cliente.

A energia reativa é um tipo de energia que alguns equipamentos geram durante o seu funcionamento, mas que não é útil para esse funcionamento
e prejudica o sistema elétrico, pelo que o regulador do sistema fixa um custo de penalização.
Se essa energia reativa for elevada, isso irá refletir-se num custo adicional na fatura.
A SunAir One Energy realiza a faturação com base nas medições efetuadas através de um sistema de telemetria, pelo que todas as
nossas leituras são sempre reais e exatas.

As leituras são efetuadas via IP, através de um telecontador que está diretamente ligado ao contador da distribuidora.

Um telecontador é um aparelho eletrónico diretamente ligado ao contador que armazena todas as leituras reais e detalhadas do contador a cada
15 minutos.

A contratação pode ser efetuada através de um vendedor, do nosso site ou diretamente ao ligar para o número de telefone 902 05 41 44.

A mudança de empresa demora de 10 a 60 dias, dependendo da empresa distribuidora, para os tarifários seguintes:
2.0A/2.0DHA/2.0DHS/2.1A/2.1DHA/2.1DHS
A mudança de empresa demora de 10 a 30 dias, dependendo da empresa distribuidora, para os tarifários seguintes:
3.0A/3.1A/6.1A/6.2A/6.3A/6.4A/6.5A
No que respeita ao fornecimento, este não será afetado de forma alguma pela contratação junto de uma ou de outra empresa.
É a distribuidora, e não a comercializadora, que responde pela garantia e pela qualidade do fornecimento, pelo que não será de forma alguma
afetado por escolher uma ou outra empresa. Uma ou outra comercializadora podem, sim, ter um papel na qualidade do serviço de apoio ao cliente
ou na qualidade da faturação (faturas claras e sem erros).
É possível que já tenha ouvido falar das tarifas de acesso, mas, se não for o caso, recomendamos que se informe em pormenor, uma vez que isso irá
ajudá-lo a compreender todo o processo ao analisar se lhe interessa ou não uma oferta.
As tarifas de acesso são fixadas pelo Ministério a cada seis meses e incluem todos os custos associados à utilização das redes de eletricidade.
Alguns desses custos são fáceis de imaginar: pagar ao distribuidor pela implementação da sua rede e pagar à Red Eléctrica Española pela gestão do transporte
da eletricidade através das suas redes, desde as centrais geradoras até às estações de distribuição. Outros, no entanto, não são tão fáceis de compreender, pelo
que a sua presença na fatura de eletricidade é, pelo menos, discutível: pagar à CNE (Comissão Nacional de Energia) pela sua função de regulador, compensar
os custos adicionais insulares e extrapeninsulares de fornecimento de energia, a moratória nuclear ou os incentivos às energias renováveis.
É muito importante ter em conta estes custos, uma vez que muitos dos contratos oferecidos pelas comercializadoras incluem nas suas cláusulas um
sistema de revisão de preços automático, segundo o qual todas as variações de preços são transferidas para o cliente. Aparentemente, trata-se de algo
razoável, já que essas tarifas são fixadas pelo Ministério e são alheias à comercializadora.
A distribuidora recebe uma remuneração fixada pelo Ministério e que é um dos componentes das tarifas de acesso. As tarifas de acesso são o
custo de utilização e gestão das redes de eletricidade.
Na realidade, ao formalizar um contrato de eletricidade, o cliente celebra um contrato com a distribuidora e outro com a comercializadora
(embora a comercializadora tenha o “poder” de gerir qualquer questão com a distribuidora em nome do cliente).
É da responsabilidade da comercializadora efetuar, em nome do cliente, o pagamento das tarifas de acesso por fazer uso da rede. Atualmente, ao disponibilizar
uma oferta ao cliente, as comercializadoras fazem-no pelo valor total da energia (incluindo o componente das tarifas de acesso).
A comercializadora é responsável pela “aquisição” de energia no mercado grossista e pelo fornecimento da mesma ao cliente em sua casa,
tirando partido das redes de distribuição de eletricidade. Além disso, é responsável pela faturação dessa energia fornecida e pelos restantes
elementos associados, como o aluguer de equipamentos.
O preço a pagar será o que o cliente tiver acordado ao aceitar o contrato com a comercializadora. Alguns dos elementos incluídos na fatura são, na
realidade, faturados em nome da distribuidora. É o caso do aluguer de equipamentos, dos valores relacionados com a disponibilização do serviço ou dos
direitos de ativação cobrados ao mudar a potência contratada, a instalação ou o aluguer do ICP.
A distribuidora de eletricidade é a empresa responsável pela implementação das redes para o fornecimento de eletricidade a todas as habitações.
Por conseguinte, é responsável pelas condutas da cablagem de eletricidade, pela instalação dos contadores, pela disponibilização do fornecimento
elétrico, pela leitura dos contadores e pela resolução de qualquer avaria ou ocorrência nesse fornecimento.
No entanto, desde 1 de julho de 2009 que a distribuidora já não vende eletricidade diretamente a um cliente final, pelo que, nessa data,
todos os clientes tiveram de ser transferidos para uma comercializadora de último recurso.
A nova empresa comercializadora escolhida irá encarregar-se de todos os trâmites e ações necessárias para efetuar a mudança
no prazo mais curto possível.
As ocorrências na rede, como cortes, variações de tensão etc., serão geridas junto da empresa distribuidora, através da SunAir One Energy,
ao ligar para o número do apoio ao cliente 900 10 11 92 ou ao enviar um e-mail para o endereço atencioncliente@sunaironeenergy.es
Uma vez que o contador é propriedade da distribuidora, é esta que irá determinar o valor do aluguer e a SunAir One Energy enviará a totalidade
do valor cobrado para a distribuidora do ponto de fornecimento contratado.

Não há qualquer problema. O fornecimento está garantido por lei e a rede de distribuição elétrica é a mesma para todas as empresas comercializadoras.

Em todos os casos e para qualquer comercializadora, a responsabilidade pela manutenção da rede é da distribuidora. A SunAir One Energy
servirá de intermediária perante a distribuidora relativamente às gestões necessárias para resolver essas ocorrências.

IF YOU STILL CONSULTING THIS POINT YOU HAVE ANY DOUBT, YOU CAN CONTACT US.
WE WILL HELP YOU WITH MUCH TASTE.